Abordagens

Constelações Familiares

Abordagem sistêmico-fenomenológica segundo Bert Hellinger
Constelações Lubec Psicologia
Entre em contato para mais informações botao preto site -MARC CONSULTa
e para as datas dos workshops regulares de
Constelações Familiares:
lubec.psicologia@gmail.com 

 

EMDR – Dessensibilização e Reprocessamento por Movimentos Oculares

“EMDR  (Eye Movement Desensitization and Reprocessing) é uma nova terapia especialmente útil para a transformação das lembranças traumáticas. De forma revolucionária, ajuda a libertar a mente e o corpo, e a abrir o coração. É uma forma de ver a conduta disfuncional, quando se acredita que a sua origem está em incidentes traumáticos do passado. Quando estes são identificados de forma sábia e hábil podem ser processados e integrados, o que resulta em condutas funcionais e apropriadas” (Parnell, 1997,39).

O EMDR é um método que vem revolucionar a história do trauma na psicoterapia nos últimos 100 anos, podendo ser utilizado pela maioria das modalidades psicoterapêuticas, sem ferir suas referências teóricas, para tratamento de traumas, fobias, depressão, ansiedade e estresse pós-traumático, bem como suas conseqüências e co-morbidades.  Este método utiliza o nosso próprio cérebro para o processamento de situações traumáticas, permitindo poder “ver” o que sempre esteve ali, para enunciá-lo e investigá-lo. O EMDR facilita a eliminação da amnésia que recobre o trauma e os resultados posteriores de potencialização das capacidades das pessoas em todas as áreas da vida.

A estimulação bilateral empregada pelo método ativa os mecanismos naturais de cura que agem no corpo e na mente, por isso a rapidez de seus efeitos é percebida em pouco tempo. Tais efeitos rápidos e positivos resultam de mudanças eletrobioquímicas que reequilibram um sistema fisiológico inerente responsável pela assimilação saudável do evento traumático.

Parece haver um sistema inato de processamento de informações que, se bloqueado, causa tais patologias. Portanto, se a memória traumática for acessada e o sistema for reativado (que é o que faz o EMDR), a informação é levada a uma resolução adaptativa. Trata-se de um método para o tratamento de memórias traumáticas que não requer uma exposição prolongada a estímulos geradores de alta ansiedade, e que, ainda assim, dessensibiliza rapidamente o evento traumático.

O objetivo do tratamento com EMDR é, então, o de metabolizar de forma rápida o resíduo disfuncional do passado e transformá-lo em algo útil, por meio da modificação espontânea da forma e do conteúdo da informação disfuncional. E, embora o EMDR possa aliviar rapidamente a tensão perturbadora (distress) causada por um único trauma, os clínicos devem considerar com cuidado alguns fatores (história clínica detalhada, avaliação apropriada e preparação para o tratamento) antes de lançar mão da técnica.

Por isso, sua aplicação requer um profissional clínico (apenas psicólogo ou médico) devidamente capacitado e certificado. Os pensamentos perturbadores ou lembranças traumáticas tendem a repetir-se constantemente até que a pessoa faça algo consciente para detê-los ou transformá-los. Com o EMDR, percebeu-se que memórias antigas podiam ser acessadas e resolvidas pelo método, por meio da conexão adaptativa de redes neurofisiológicas associativas no sistema de processamento de informações, atingindo uma dessensibilização substancial e uma pronunciada reestruturação das percepções relacionadas ao evento traumático.

butt opiniao cliente1

O EMDR, então, age tanto sobre a ferida traumática quanto sobre o conflito que dela surge, tornando-se uma abordagem terapêutica completa e rápida. O Modelo do Processamento Acelerado de Informações foi desenvolvido para explicar a rapidez com que foram obtidos resultados clínicos com o EMDR e a consistência de muitos padrões de respostas a este.

Este modelo considera que a maioria das patologias deriva de experiências anteriores de vida que põem em movimento um padrão continuado de afetos, comportamentos, cognições e conseqüentes estruturas de identidade. Desde casos simples de Transtorno de Estresse Pós Traumático e Fobias e Hábitos indesejados, até situações mais complexas, tais como Transtornos de Pânico, algumas formas de Depressão, Dissociações, Transtornos de Personalidade, a patologia é encarada como configurada pelo impacto das experiências remotas que são mantidas no sistema nervoso numa forma estado-específica.

A natureza disfuncional das memórias traumáticas, incluindo a forma como são armazenadas, permite que afetos e crenças negativas do passado penetrem na vida presente da pessoa. O processamento de tais memórias por meio do EMDR possibilita que os afetos e as cognições presentes, mais positivos e fortalecedores, se difundam pelas memórias associadas, por toda a rede neural, levando o cliente a comportamentos espontâneos mais adequados. As patologias clínicas são, portanto, entendidas como passíveis de mudança, se o clínico focalizar de forma apropriada a informação que foi armazenada de maneira disfuncional no sistema nervoso.


.

.

Após o tratamento com EMDR as memórias são armazenadas com uma memória menos perturbadora, com uma cognição positiva e com o afeto apropriado. Os flashbacks e os pensamentos intrusivos são completamente eliminados ou decrescem muito em número, sendo que quando ocorrem, surgem sem ansiedade. Além disso, não há mais quaisquer sensações físicas perturbadoras acompanhando tais memórias. Quando as memórias específicas são reprocessadas, o senso de auto-valorizaçao e auto-eficácia do paciente sofre uma transformação automática.

Sendo assim, o EMDR abre as possibilidades de que se desenvolvam ações mais eficazes no campo social, fornecendo ajuda psicológica rápida a moradores em áreas de conflitos, vítimas de violência doméstica urbana, abuso sexual, acidentes, agressões e catástrofes naturais, podendo ser implementado nos programas de atendimento a populações atingidas pelo trauma, através de organizações não governamentais, instituições públicas e privadas. É importante enfatizar que o trauma seja ele qual for, tende a se propagar através de suas vítimas, ou seja, pais traumatizadores criam filhos traumatizados que, por sua vez, irão tender a ferir seus amigos e filhos, retroalimentando uma cadeia de ações agressivas.

Francine Shapiro, a criadora do EMDR, sabe que o trauma determina o sofrimento e, às vezes, violência. E a nossa meta, com utilização do EMDR, é cortar o ciclo de violência entre os homens.

botao preto site -MARC CONSULT

Hipnose Ericksoniana

A psicoterapia desenvolvida pelo psiquiatra americano Milton Hyland Erickson (1901-1980) é de múltiplas definições, devido às diferentes fases da sua vida. Erickson teve seu primeiro contato com a hipnose de maneira formal quando tinha cerca de 21 anos, após ter ingressado na faculdade. A partir de então foram quase 60 anos de uso e estudo da hipnose, o que criou a possibilidade de um amplo trabalho em diferentes momentos da sua vida.

Até a década de 60, ele utilizou vários dos conceitos psicanalíticos para uso e compreensão da hipnose, vindo posteriormente a usá-los cada vez menos em psicoterapia, palestras, aulas e escritos. Com relação à psicoterapia, Erickson nunca se preocupou em desenvolver uma abordagem de compreensão do humano, mas sim da mudança.
Leia mais no Artigo: “Saudavelmente em Transe”

Programação Neurolingüística – PNL

O trabalho e a atuação da PNL baseia-se no estudo e modelagem de como a comunicação afeta nossa emoção, fisiologia, relacionamentos e desempenho profissional. Poderosa ferramenta para  mudanças.  Fundamentada em 30 anos de pesquisas, a Programação Neurolingüística – PNL estuda o funcionamento sistêmico do ser humano. Aperfeiçoa a capacidade de comunicação, tornando-a mais efetiva e acelera os processos de mudança comportamental.

O trabalho e a atuação da PNL baseiam-se no estudo e modelagem de como a comunicação afeta nossa emoção, fisiologia, relacionamentos e desempenho.  Capacita pessoas e profissionais para a expressão de suas potencialidades, o sucesso em negociações, solução de conflitos, superação de obstáculos e alcance de seus objetivos.

Programação Neurolingüística é um nome criado por John Grinder e Richard Bandler. Grinder é lingüista, e Bandler, matemático, perito em computação e em terapia gestáltica. A PNL é um método que estuda o impacto da comunicação verbal e não-verbal sobre a nossa realidade interpessoal. É um novo modelo da comunicação e do comportamento humano,  e seu valor também está na sua capacidade de solucionar alguns problemas crônicos da comunicação organizacional.

Linhas de Trabalho

Relações entre Coaching, Counseling e Psicoterapia

●  Coaching
É um trabalho tendencialmente orientado para o futuro, focado no estabelecimento e o alcance de metas e objetivos validados pelo próprio cliente, dentro de sua escala de valores, para o desenvolvimento de suas competências específicas. Um trabalho objetivo, focado nas ações e resultados do cliente.

●  Counseling
Counseling (ou Counselling) – do Inglês: counseil, do Latin cōnsilium, termo originalmente usado por Frank Parsons em 1908:  consultar, ter consulta.
Tende a ser focado igualmente no passado, presente e futuro, no sentido de solucionar problemas individuais, porém menos focado nos aspectos psicopatológicos do que a Psicoterapia.
Através de uma integração entre teoria, pesquisa e prática, e atenta às demandas multiculturais, a especialidade Counseling abrange um amplo rol de rotinas que promovem o bem-estar pessoal, aliviam a angústia, o estresse, a infelicidade no trabalho, aumentando a capacidade individual de desenvolver e manter uma melhor qualidade de vida pessoal, profissional e familiar.

Em outras palavras, Counseling é um processo de ajuda, beneficiado pelos ingredientes práticos e funcionais do coaching, e a flexibilidade emocional da dinâmica psicoterápica.

Counseling é uma atividade qualificada, de uso exclusivo de profissionais graduados nas ciências humanas com foco na saúde mental como Psicologia e Psiquiatria, e pode envolver aspectos profundos da psique humana em sua abordagem prática, intelectual e emocional.

●  Psicoterapia
Tende a lidar mais frequentemente com indivíduos mais seriamente afetados por históricos traumáticos, quadros de ansiedade, dificuldades relacionais, depressão ou transtornos de personalidade.
A distinção entre os trabalhos de Counseling e Psicoterapia não é tão difícil, porém não pode ser desprezada. São procedimentos específicos de profissionais da saúde mental, como Psicólogos e Psiquiatras, e são dimensões que eventualmente se combinam.
Diferentemente, o Coaching, que pode ser praticado por qualquer classe profissional, desde que devidamente certificado por órgão competente na atividade, como o
ICF – International Coach Federation,  e a FBC – Federação Brasileira de Coaching,  é percebido como um processo mais pragmático que se limita ao “treinamento” de habilidades executivas e competências pessoais, de maneira mais direta e menos contemplativa da riqueza psicodinâmica do indivíduo.

Coaching, Counseling e Psicoterapia são todos mobilizadores do auto-desenvolvimento como fonte de mudança, porém atuando em diferentes aspectos e intensidades.

Esta visão dimensional de atendimento ao cliente adotada por Lubec Psicologia & Coaching,  em sua concepção sistêmica, representa uma abordagem adaptativa que funciona sob medida, considerando a diversidade de circunstâncias, históricos e necessidades específicas de cada cliente.

Como funciona o Coaching?

O que é Coaching?

Coaching é um trabalho objetivo de prospecção das competências pessoais, estimulação e organização de frentes de desenvolvimento, com foco na melhora da inteligência do comportamento individual e performance profissional. Fazer Coaching é decidir obter o melhor de si mesmo, em seu trabalho, em seus relacionamentos. Capacita a pessoa ou profissional para o uso de suas forças e recursos internos, ajudando-o  a desenvolver suas habilidades interpessoais, para superação de obstáculos, alcance de objetivos e crescimento pessoal e profissional.

“Coaching é sobre mudança, sobre efetuar mudanças. Um coach é um mágico da mudança que apanha suas cartas e ajuda-o a obter uma mão melhor, ou, às vezes, a mudar as regras do jogo, ou encontrar um melhor jogo. Mudanças partem de um sonho de algo melhor. Quando atingimos um sonho, olhamos para frente e sonhamos novamente.” Andrea Lages & Joseph O’Connor

“Coaching é uma relação de parceria que revela/liberta o potencial das pessoas de forma a maximizar o desempenho delas. É ajudá-las a aprender [de si] ao invés de ensinar algo a elas…” Timothy Gallwey

Vantagens do Processo de Coaching

Para a Pessoa:

  • Conhecer e perseguir os objetivos que realmente o motivam:
    Escolher metas e objetivos é uma arte. O Coach investe tempo para ajudá-lo a clarificar seus valores mais importantes e, dessa forma, o que irá motivá-lo a alcançá-los. O trabalho irá lhe trazer a segurança de que você tem algo sólido sobre o qual se apoiar e construir sua mudança.
  • Alcançar mais rapidamente seus objetivos, projetos e metas:
    Uma razão importante para contratar um Coach é a economia de tempo. A assessoria de um Coach o permite aprender como se tornar mais efetivo, mais eficiente e mais produtivo em tudo que fizer.  O processo de Coaching irá ajudá-lo a focar suas ações, tornando-o mais consciente e menos disperso, acelerando seu processo de mudança para resultados em menor prazo.
  • Com o acompanhamento de um Coach você acerta mais:
    O Coach irá ajudá-lo a ter uma visão externa e sistêmica de seus desafios e de seus recursos, levando-o a sua melhor compreensão, para melhor tomada de decisão. Nos últimos anos, de forma crescente, cometer erros tem representado custos pessoais e profissionais cada vez mais significativos. Dessa forma, a contratação de um Coach, tem se tornado um investimento cada vez mais indispensável.
  • O benefício de uma assessoria pessoal e sigilosa para o seu desenvolvimento:
    Tempo é um ingrediente precioso para os negócios e investimentos pessoais. Nosso programa de Coaching lhe propicia um acompanhamento one-to-one privativo e continuado. Nossos atendimentos são feitos pessoalmente ou por canais de voz (telefone, internet, etc.), assistindo-o de perto, na aplicação de seus próprios recursos, para o seu máximo benefício, no menor prazo possível.

Para o Estudante:

  • Coaching  para projeto de vida e delineamento profissional:
    Durante o período de desenvolvimento escolar, o estudante enfrenta um turbilhão de novas experiências, que geram muitas descobertas. É também uma fase de grande atividade em seu processo de maturação emocional, na consolidação do uso de suas forças executivas, seu caráter e suas habilidades de relacionamento. Entretanto, o surgimento de tantos desafios pode exceder suas capacidades de resiliência e reelaboração emocional, bloqueando sua produtividade e suscitando comportamentos indesejáveis, em oposição às suas referências cognitivas e vocações naturais positivas.
  • O  Coaching Acadêmico envolve um trabalho de estruturação:
    Estimulação e organização de um plano de desenvolvimento, com foco em melhores estratégias individuais, além do esboçamento de um projeto profissional congruente com os talentos do estudante. Fazer Coaching é decidir resgatar o melhor de si mesmo e de suas decisões, agindo agora, orientado para o futuro, mirando em alcançar metas e objetivos reais  radicados em valores pessoais relevantes, para a obtenção de resultados consistentes.

Para a Organização:

  • Coaching fomenta o Empreendedorismo e a Iniciativa do colaborador:
    Através de Coaching, bons empregados aprendem a tomar iniciativa, se tornam mais auto-dirigidos para assumirem maiores responsabilidades e se tornarem colaboradores mais valiosos.
  • Coaching é uma Ponte de Transição:
    O Coach pode ser a transição entre as velhas estruturas à medida que elas se convertem em novas. Durante períodos tanto de downsizing ou de expansão, o Coach pode ajudar na dinâmica de integração, facilitar e abreviar os períodos mais críticos de reajustamento organizacional.
  • Coaching constrói Melhores Equipes:
    O Coach, livre de envolvimentos políticos, hierárquicos, ou de disputa de poder, está habilitado a ajudar mais efetivamente a equipe de trabalho, num menor período de tempo evitando, dessa forma, uma ocasional inabilidade ou influência de líderes internos no processo de crescimento. O processo confere mais poder e encorajamento da equipe e a criação do auto-gerenciamento de profissionais e equipes.
  • Coaching  gera resultados imediatos e reestruturação futura:
    Um Coach pode ajudar profissionais participantes do processo a aplicar suas novas competências diretamente em suas tarefas diárias, de forma significativamente reforçadora do valor de suas conquistas e do aumento da produtividade da organização. Neste sentido, o processo de Coaching traz à organização recursos expressivos que podem embasar sua reestruturação estratégica.

botao preto site -MARC CONSULT

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s